terça-feira, junho 26, 2007

Te's


Vi-te chegar,
olhei para ti e sorri-te.
Abracei-te com força
e feliz, apertei-te.

Contra o peito
viajei contigo,
e no meu deleito
vieste comigo.

Atei-te ao meu corpo,
na minha pele escrevi-te.
Beijei-te nos lábios,
nos meus braços acolhi-te.

Ficaste ao meu lado,
sem saber até quando ou porquê.
E esse teu ar apaixonado
deixou-me à tua mercê.

Pic by_Joshuaseven

5 comentários:

Jardim Proibido disse...

E, ás vezes, há momentos assim...

Lu@r disse...

E nos "te" o encontras e vives esse amor.

Beijo bem doce

gasolina disse...

E nos "te" achamos o "me".

bj.

Brain disse...

Ana,

Este teu poema está LINDO!

Beijo.

A.S. disse...

Um poema de amor onde a ternura e o desejo envolvem cada palavra...


Um terno beijo!