quarta-feira, junho 06, 2007

Lonelyness

Debaixo do cabelo de fogo,
do sorriso endiabrado,
da timidez oculta,
existo também eu.

Em certos momentos
pergunto-me quem sou,
como sou,
como serei...

Tenho a personalidade vincada
mas as decisões confusas
e às vezes os pensamentos dispersos
Fazem-me sentir solidão.

Abraço os que amo
e eles abraçam-me de volta
mas sinto... Sinto falta de algo mais.
Algo que ainda não sei o quê.

Pic by_kedralynn

11 comentários:

Bia disse...

belo poema...
A nossa existência, o nosso "eu" muito para além do que os outros conseguem ver...
ás vezes "debaixo" destes mesmos sentimentos sinto apenas falta de mim...
um beijo

Catarina disse...

Bonito :)
Às vezes sentimo-nos incompletos... *

Sei que existes disse...

Por vezes isso acontece...
Beijocas

Catarina disse...

Obrigada pela visita e volta sempre *

Lu@r disse...

A procura constante mais a vontade de ter e não ter.

Belas palavras que tocam ao de leve e quando dei conta as li n de vezes.

"Nessa solidão existe um Lu@r que te ilumina o caminho da tua existência."

Ok ok... deixa-me divagar um pouco é o que dá te ler.

Fico assim

:)

Beijo bem doce

Freyja disse...

dejando huellas siempre lindas querida amiga
escribes muy lindo, escribes del alma
mil besitos y que estes muy bien


besos y sueños

skywalker disse...

Como te entendo...
Mas somos abraçadas, não é?
São as tais coisas pequenas com tanto valor que no meio na confusão por vezes nos esquecemos.

De mim para ti aquele pequeno abraço cheio da nossa gente.

Beijos

A.S. disse...

O calor do abraço tem que despertar os sentidos adormecidos... acordar a alma!....


Um terno beijo!

carteiro disse...

Que palavras melancolicamente bonitas.
Faz parte de nós, essa eterna insatisfação mesmo para aqueles que conseguem ver as coisas boas que têm. E tu consegues. Então essa insatisfação, à medida que a fores preenchendo só te fará crescer mais.
Aproveita e nunca deixes de sentir esses abraços, pois são demasiado preciosos.

zetrolha disse...

Estou aqui eu para o que der e vier!

pin gente disse...

mas o mais importante já tens...