terça-feira, junho 05, 2007

Alma




Navegante no tempo,
procura sua alma perdida.
O seu nome foi mudando
e guarda, apenas,
na sua pele o perfume do amor.

Numa noite
menos estrelada
apaixonou-se por um cometa...

Mas, velozmente,
o perdeu de vista.
viaja, agora,
numa máquina do tempo.

Não tem rosto,
nem sorriso,
tem um olhar perdido,
apenas.

Sihuetta perdida,
coração solitário
até o encontrar
de novo.

Pic by_MaidenFayth

8 comentários:

Lu@r disse...

Esse pareceu-me o Lu@r...

Lindas palavras.

Beijo bem doce

Freyja disse...

siempre algo Hermoso mi bella amiga
ya coloque el premio en mi blog y hice la invitacion
mil gracias y que estes muy bien
una linda semana
besitos


besos y sueños

Reflexos da Alma disse...

Olá Ana !

"...Não tem rosto,
nem sorriso,
tem um olhar perdido,
apenas...."

Belo Poema, mas tenho a certeza que encontrará outro Amor de novo .
Gostei !!!
Beijo Grande te deixo !

Lia disse...

Vagueia pela noite,
perdida em devaneios,
numa busca incessante...

Mas o véu da noite é rompido pela luz da alvorada...
e o sol ergue-se sempre...

Um beijo

Klatuu o embuçado disse...

Cuidado com os cometas... :)=

Dark kiss.
P. S. Belo poema.

madrugada disse...

O dom
mora
aqui.

BRILHANTE.

A.S. disse...

Na galáxia do amor, os astros sempre se encontram! E quando isso acontece, até as estrelas brilham mais...


Um terno beijo!

Tondo Rotondo disse...

Tens un blog molt cuidat. molt ben escrit i ple de sentimens i d'ànima!

Parabéns!