sábado, março 14, 2009

Could i be a Cheerleader?

Na votação (que só obteve dois votos, eh,eh – thanks Fada e Inv3rs0). Ficou empatado o: "Yes you can!" com o "For a Fantasy, yes you can".
Aqui vai o post prometido, então.


Nunca tinha sido uma garota de risinhos tontos nem piadas fáceis. Não se sentia especialmente atraída nem por jogadores de futebol e muito menos pelo futebol em si. Gostava de disfarces e de se disfarçar para se divertir. Também na cama. Os fetiches assentava-lhe melhor do que luvas.
Esperou-o em casa dele com um conjunto de pompons, uma minisaia e um top que lhe desenhava o peito chamando-o directamente para si.
Quando ele chegou ficou perplexo a olhar para ela com aquele olhar de menina travessa. Ela pediu-lhe que se sentasse no sofá e ligando a música começou a dançar em cima da enorme mesa de jantar.  Cantou, dançou, fez piruetas e aterrou no seu colo. Começou a acariciá-lo e a balançar as nádegas nuas, por baixo daquela minisaia provocadora. Deixou-o despir o seu top atrevido e acariciar-lhe o peito com as suas mãos delicadas.  Despiu-o, beijou-o desde o umbigo até ao pescoço. Parou ali, pegou-lhe na mão e levou-o até à mesa. Sentou-se e com um natural gesto de abraço de pernas contra as suas ancas trouxe-o até si.
Ali se entregaram até o grito se libertar do corpo e encher de suspiros toda a sala.



Pic by mjanum

4 comentários:

Fada disse...

Eh lááááá!!!

Nice, muito nice!!!
Uma malagueta suave mas intensa e gostosa... :)

Beijoca, linda!

Rafeiro Perfumado disse...

Depreendo que o tampo da mesa não era de vidro...

Lu disse...

hmmmmm....

Brain disse...

UAU!

Great Image!
Great Text!

Gostei! :)

Um Beijo Meu