terça-feira, setembro 04, 2007


Hoje...

Era hoje que chegavas,
mas foste antes de ficar.

Os teus brinquedos espalhados,
lembram-me a tua alegria de criança.

Bolas! Como pulavas de alegria...
E tudo fica tão silencioso,
como se não fosse real.

Foste feliz,
sei que foste muito feliz...

Pic by Lara Jade

7 comentários:

CdaPluma disse...

estou tão triste

Sandecida disse...

ola

eu estou aqui acabadinha de regressar das minhas doces férias...

o teu poema é lindo, mas triste... espero que seja apenas um poema... que este não seja uma realidade...

bjos sempre doces

Ana disse...

Também eu... Mas ele está connosco, cá dentro.

Maria disse...

...Como se não fosse real...

também sei que foste muito feliz
a mim arrancaste tantos sorrisos!

1 beijo enorme cdapluma

Brain disse...

Ana,
Para ti,
O meu momento de silêncio de hoje.

Beijo
(o nó não permite mais)

Naeno disse...

TEM DIA

Tem dia que eu não ouço
Não digo
Não ligo
Nem faço raiva a ninguém
Mas também tem dia
Que eu mesmo tomo um sumiço
Que nem sei que diabo é isso
Que em teus braços me faz bem.

Tem dia que eu nada faço
Esqueço a dor e o cansaço
Desfaço um laço contigo
Mas depois corro perigo
Me abraço com teu feitiço
O meu maior inimigo
O mal que dorme contigo
O amor que me faz bem.

Tem dia em que me pego
Querendo que anoiteça
Que o sol descanse, escureça
Pr'eu esfriar a cabeça
E antes que eu me esqueça
Tem dia que quero isso
Tem dia que quero abrigo
Que sonho teu ombro amigo
Tem dia eu que sou ninguém.

Um beijo
Naeno

Diana disse...

Fantástico. Adoro o teu blog. Fica bem